As lembranças de Alice

lembranças de Alice

ISBN: 9788580448184

Páginas: 375

Editora: Leya

Data:

Compartilhe

Sinopse

Alice tem 29 anos, é apaixonada pelo marido, Nick, e está grávida de 14 semanas do seu primeiro filho. Ao menos é isso tudo do que ela se lembra.

Imagine sua surpresa ao ser informada – quando acorda após um incidente em que bateu a cabeça – de que é mãe de três crianças, está com relações cortadas com a sua irmã e passa por um divórcio conturbado, às vésperas de completar 40 anos!

A queda apagou os últimos dez anos da memória de Alice. Agora ela terá de construir seu futuro apagando os erros de um passado que sequer lembra ter existido. Poderá uma amnésia se tornar o melhor acontecimento em sua vida, nos últimos dez anos?

Alerta de spoiler:

Se você ainda não leu As lembranças de Alice, o resumo a seguir pode conter spoiler. Se você não quiser ler o resumo, clique aqui para ler a minha opinião (sem spoiler).

Resumindo

Há poucos dias de completar 40 anos, Alice está na academia fazendo step, sofre uma queda, bate a cabeça e desmaia. Quando acorda, ela acha que está em 1998 e que tem 29 anos. Ela não entende porque as pessoas estão diferentes. 

Ela é levada ao hospital e aos poucos descobre que está em 2008 e que muita coisa mudou em sua vida. Diante de seus questionamentos, as pessoas ficam sem jeito de contar a ela a verdade e tentam poupá-la. Percebendo que escondem coisas dela, Alice vai procurando pistas de quem ela era em 2008. Com uma vida totalmente diferente, cheia de compromissos, e com uma nova personalidade, ela tenta recuperar sua memória e descobrir meios de consertar os erros que cometeu. Em paralelo à amnésia de Alice, conhecemos os dramas de sua irmã, Elisabeth, e de sua avó postiça, Frannie.

O que achei de As lembranças de Alice

Eu descobri esse livro por acaso, quando vi as estatísticas de pesquisa do Blog. O título me chamou a atenção e fui ver do que se tratava. Quando li a sinopse, não tive dúvidas que eu teria que lê-lo!

O livro é contado por Alice, por sua irmã, Elisabeth e sua avó postiça, Frannie. Cada uma conta a sua visão da história e é isso que o torna tão bom de ler. Em cada momento temos um sentimento diferente.

Quando é Alice a narradora, temos curiosidade em saber o que aconteceu com ela nesses 10 anos e se ela vai conseguir ter seu grande amor de volta. Eu senti pena dela e em algumas vezes, tive a sensação que ela não era mais uma pessoa tão boa e a cada momento, ficava tentando descobrir o que a levou a essa mudança tão radical.

Quando a narradora é Elisabeth, apesar de ela ter um humor ácido, a história fica mais pesada e sentimos todo drama e angústia que ela passa a cada tentativa de ser mãe. Além disso, também passamos a desvendar a personalidade da Alice de 1998 e a de 2008. Quando quem narra é Frannie, a história fica leve, engraçada. Dei muitas risadas com ela e me senti leitora de seu Blog.

Este foi um livro que não consegui parar de ler. Fiquei até de madrugada lendo, sem perceber que as horas passavam e ainda por cima, sonhei com a história! Ele nos faz pensar em nossas vidas, nas escolhas que fazemos e a imaginar o que faríamos se tivéssemos a chance de voltar 10 anos. 

Agora que acabou, fiquei com gostinho de quero mais. O final foi excelente e me fez chorar de alegria 😥 . Uma excelente leitura que nos prende do início ao fim com sua narrativa fluída e envolvente. Super recomendo As lembranças de Alice.

Como amei As lembranças de Alice, e não conhecia a autora, fui pesquisar outros livros dela e me interessei por Pequenas grandes mentiras e essa será minha próxima leitura  😎 . Ah, obrigada a você que pesquisou o livro no Blog 😀 !

Vamos trocar figurinhas

Dou 5 estrelas porque amei a história e a maneira como ela é contada!

E você que já leu As lembranças de Alice, o que achou? Deixe sua opinião sobre o livro e a resenha. Se você ainda não leu, clique na capa dele ali no início e leia o primeiro capítulo gratuitamente.

Se quiser, pode encontrar As lembranças de Alice nas seguintes lojas:

FNACSaraivaSubmarino

Relacionados


Compartilhe

Deixe uma resposta