A garota do calendário: Março

Série: A garota do calendário

ISBN: 9788576865186

Páginas: 144

Editora: Verus

Data:

Compartilhe

Sinopse

Considerado pela imprensa americana o próximo 50 tons de cinza. Mais de 600 mil livros vendidos nos EUA em três meses. Direitos vendidos para cerca de 30 países.

Fenômeno editorial nos Estados Unidos com mais de 2,5 milhões de cópias vendidas.

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser…

Mia vai passar o mês de março em Chicago com o empresário Anthony Fasano, que a contrata para fingir ser noiva dele. A princípio Mia não entende por que um homem tão lindo e másculo precisa de uma falsa noiva, mas ela está prestes a descobrir…

Alerta de spoiler:

Se você ainda não leu A garota do calendário: Março, o texto a seguir pode conter spoiler

Resumindo

Em março Mia vai para Chicago e seu novo cliente é o empresário Anthony Fasano, dono da cadeia de restaurantes Fasano. Um homem lindo, descendente de italiano, que além de empresário bem sucedido, é lutador de boxe. Ele quer que Mia finja ser sua noiva para sua família.

A princípio Mia não entende por que um homem perfeito como Tony precisa de uma noiva de aluguel, mas tudo se encaixa quando ela conhece Hector e a maravilhosa família de Tony.

O que achei de A garota do calendário: Março

Como vocês sabem, não sou fã número 1 da série A garota do calendário, mas achei que em Março, a história deu uma melhorada. A leitura continua fácil e despretensiosa e dessa vez, nos contou mais a respeito do ex-namorado de Mia, deixando um suspense no ar.

O tema central de março (homossexualismo) foi abordado de forma excelente, sem preconceitos. Foi impossível não simpatizar com Tony e Hector e não torcer pelo retorno do casal no futuro. As cenas hot diminuíram bastante, o que gerou mais história/enredo. Além disso, neste livro, Mia está um pouco mais madura e o retorno de Wes foi sensacional para a história, pois nos deixou a pergunta: até quando Wes vai aguentar o “serviço” de Mia?

Como é um livro curto, não dá para falar mais, sem contar a história toda e dar spoiler  🙄 

Para quem quiser acompanhar a série e as resenhas:

  1. A garota do calendário: Janeiro
  2. A garota do calendário: Fevereiro
  3. A garota do calendário: Março
  4. A garota do calendário: Abril
  5. A garota do calendário: Maio

No próximo mês, Mia vai para Boston ser acompanhante do mais novo jogador celebridade do Boston Red Sox, Mason Murphy. Aguardem por homens e beisebol 😉 .

Vamos trocar figurinhas

Pela inovação da história e pelo casal Tony e Hector, dou 2,5 estrelas para A garota do calendário: Março.

E você que já leu A garota do calendário: Março, o que achou? Deixe sua opinião sobre o livro e a resenha. Se você ainda não leu, clique na capa dele ali no início e leia o primeiro capítulo gratuitamente.

Se quiser, pode encontrar A garota do calendário: Março nas seguintes lojas:

FNACSaraivaSubmarino 

Relacionados


Compartilhe

Deixe uma resposta