Tudo o que nunca contei

ISBN: B06WGRJV4Y

Páginas: 304

Editora: Intrínseca

Data:

Compartilhe

Sinopse

Na manhã de um dia de primavera de 1977, Lydia Lee não aparece para tomar café. Mais tarde, seu corpo é encontrado em um lago de uma cidade em que ela e sua família sino-americana nunca se adaptaram muito bem.

Quem ou o que fez com que Lydia — uma estudante promissora de 16 anos, adorada pelos pais e que com frequência podia ser ouvida conversando alegremente ao telefone — fugisse de casa e se aventurasse em um bote tarde da noite, mesmo tendo pavor de água e sem saber nadar? À medida que a polícia tenta desvendar o caso do desaparecimento, os familiares de Lydia descobrem que mal a conheciam. E a resposta surpreendente também está muito abaixo da superfície.

Conforme analisa e expõe os segredos da família Lee — os sonhos que deram lugar às decepções, as inseguranças omitidas, as traições e os arrependimentos —, Celeste NG desenvolve um romance sobre as diversas formas com que pais, filhos e irmãos podem falhar em compreender uns aos outros e talvez até a si mesmos. Uma uma observação precisa e dolorosa do fardo que as expectativas da família representam e da necessidade de pertencimento. Um romance que explora isolamento, sucesso, questões de raça, gênero, família e identidade e permanece com o leitor bem depois de virada a última página.

Tudo o que nunca contei

A família Lee era uma família fora dos padrões americanos da década de 70. Isso porque Marilyn era a típica americana, loira de olhos azuis, e James era de descendência chinesa. Os dois enfrentaram preconceitos e conseguiram formar uma família feliz. Seus filhos, Nath, Lydia e Hannah eram exemplares, mas Lydia se destacava, pois ela era excelente em tudo o que fazia. Por isso, todos estranharam quando ela se atrasou para o café da manhã.

Em uma manhã que teria tudo para ser como outra qualquer, Marilyn descobre que Lydia desapareceu. A menina tinha apenas 16 anos. Desesperada, Marilyn liga para seu marido James e os dois pedem ajuda à polícia. A polícia inicia uma investigação e, após alguns dias, encontram Lydia morta no lago que há perto da casa da família Lee. Para Marilyn e sua família, só resta tentar descobrir o que realmente aconteceu com Lydia. Ela foi assassinada? Se sim, por quem? Ela se suicidou? Se sim, por quê?

Durante a história, vamos conhecendo a personalidade, os dramas e os segredos de cada um. Na ânsia por respostas, cada personagem relembra fatos recém ocorridos que envolveram Lydia e a família. Nessa busca por respostas, percebemos que a família tinha muitos segredos, que eles não eram tão felizes e não se conheciam.

Em uma época onde havia segregação racial, o pai sofreu calado por sua descendência chinesa. Em uma época em que a única função da mulher era cuidar da família, Marilyn, uma mulher além do seu tempo, também sofreu calada por ter desistido dos estudos e se tornado uma típica dona de casa. Esse sofrimento do casal, atingiu os filhos que também criaram seus dramas particulares e também sofreram calados. Esse drama todo, veio a tona com a morte de Lydia.

Tudo o que nunca contei me fez refletir muito. Me fez ver que nem sempre tudo é o que parece ser. Que as vezes, a pessoa que amamos pode se mascarar, seja porque quer nos agradar ou porque está com vergonha. Essa máscara pode encobrir uma tristeza. Nossa, eu refleti muito, pensei em meus filhos na escola. Se eles são bem tratados pelos professores e colegas. Se eles podem estar sofrendo bullying ou fazendo bullying, se realmente eu os conheço. Também pensei em meu marido e em suas possíveis aflições. Enfim, foi uma viagem reflexiva muito boa que me fez enxergar que nem sempre somos o centro do mundo, que as vezes devemos olhar para o próximo e nos colocarmos em seu lugar. Por todos esses ensinamentos, dei 4 estrelas para Tudo o que nunca contei.

Apesar dos dramas, a leitura não é massante, ela é fluída e nos faz tentar adivinhar o que aconteceu com Lydia. No final, bateu uma certa deprê 😥  pelo sofrimento com as descobertas da família, mas nada que não tenha passado com o próximo livro 😆 . Se você é uma pessoa família, que gosta de ajudar os outros, você gostará de Tudo o que nunca contei.

Se ficou curiosa(o) e quer conhecer a história, aproveita que a Amazon disponibiliza gratuitamente para leitura, os primeiros capítulos do livro. Para ler, basta clicar no banner a seguir ou ali em cima na capa do livro, em Leia agora. Não é preciso instalar nada.

leia-agora - tudo o que nunca contei

Não esquece de deixar sua opinião sobre o livro Tudo o que nunca contei e a resenha. Vou gostar de saber 😉 !

O livro Tudo o que nunca contei pode ser encontrado na Amazon em capa comum e em e-book:

Relacionados


Compartilhe

Deixe um comentário